De acordo com o último estudo conduzido pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias e pela Fundação Getúlio Vargas, em 2017, o déficit habitacional no Brasil era de mais de 7 milhões de moradias. Entre os fatores responsáveis, estão o ônus excessivo com os aluguéis e a coabitação familiar.

O país ainda enfrenta diversos problemas ligados ao sistema de gestão habitacional, fazendo com que haja uma necessidade de um acompanhamento mais próximo por parte da gestão pública.

Neste artigo, abordaremos um panorama sobre a questão habitacional e como o software Habix tem ajudado a gerir melhor a questão ligada à moradia, bem como os benefícios da ferramenta e como o governo pode utilizá-la da melhor forma!

O panorama da questão habitacional no Brasil

O problema habitacional do Brasil ainda gera discussões no poder público em esferas que vão da municipal à federal. O problema é urbano e está diretamente ligado ao encarecimento das habitações nos grandes centros e à falta de um planejamento mais estruturado a respeito do que deve ser feito.

Com o passar dos anos, os recursos destinados à política habitacional atingiram um patamar, tendo um grande impacto na melhoria da condição de vida da população. No entanto, o déficit continua grande e isso se deve ao controle falho em determinadas atuações do poder público.

As questões estruturais básicas estão ligadas a desafios de ordem social, econômica e cultural, deixando a situação cada vez mais complexa. Portanto, é mais do que necessário, nessas situações, buscar novas maneiras de direcionar a política habitacional, revendo os conceitos e leis que a regem, a fim de tornar mais justo o provimento de moradias, favorecendo o interesse da coletividade.

As incertezas dos últimos anos, especialmente quando se trata da economia e da geração de empregos, tornaram o sonho da casa própria ainda mais distante. O medo do desemprego fez com que muitas pessoas adiassem a compra do imóvel. Além disso, aqueles que ficaram sem o trabalho, de fato, tiveram que interromper os financiamentos no meio.

O papel da tecnologia nesse contexto

Diante desse quadro de complexidade, há a necessidade de um acompanhamento mais próximo por parte do poder público, a fim de fazer uma divisão mais justa sobre quem receberá as moradias financiadas em programas habitacionais. Para isso, é essencial estabelecer critérios, analisar documentos, definir prazos, bem como as regras de entrega, entre outros.

Isso é possível quando há uma ferramenta que integre todos os serviços. Afinal, a ideia é a gerar a menor fricção possível, respeitando sempre as regras determinadas pelo poder público para a execução do trabalho.

Por meio da ferramenta, há uma facilitação das tarefas de rotina, especialmente, daquelas que baseiam os programas habitacionais. Entre elas, o cadastramento das famílias que têm interesse em participar do processo de seleção e também a legislação que rege a escolha.

Afinal, depois, será necessário cruzar os dados dos inscritos com as informações de pré-requisitos. Assim, ficará mais fácil fazer a seleção. Além de tornar o processo mais prático e trazer eficácia à gestão dos recursos, aumentando a dinamicidade das equipes, que passam a responder com efetividade a assistência dos interessados, trabalhando em cima de resultados mais satisfatórios.

A plataforma Habix

De acordo com a analista de negócios da Digix, Jaqueline Camondy, o Habix é uma plataforma que reúne todas as atividades de gestão e execução de processos de seleção para os programas habitacionais. “A ideia desse instrumento é possibilitar a realização do sonho da casa própria para a população”, destaca.

O sistema automatiza e classifica as famílias que são cadastradas, levando em consideração critérios definidos por lei. O alinhamento visa a garantir tanto a integridade quanto a transparência na seleção daqueles indivíduos contemplados pelos programas habitacionais.

De modo geral, a tecnologia permite a definição de parâmetros de pontuação, que consideram para tal as necessidades de cada gestão. Com isso, é possível realizar de maneira automática os sorteios das pessoas que serão contempladas de maneira ágil. Sem contar que permite gerenciar as demandas, o que inclui a gestão de contratos e financiamentos.

Diferenciais no mercado

Entre as principais funcionalidades que destacam o software em meio aos concorrentes temos a possibilidade de criação de um processo próprio, baseado na classificação de famílias, de acordo com uma pontuação ou sorteios.

“A ferramenta também é um canal público de consulta e inscrição com tecnologia mobile, tendo um sorteio auditável do Programa Minha Casa Minha Vida Faixa 1, conforme regulamentação da Portaria 163/2019”, complementa a analista de negócios.

Sobre os benefícios da ferramenta, alguns deles se destacam, como:

  • praticidade no processo de inscrições: ele é realizado de forma autônoma pela internet, ou seja, não é necessário se deslocar a um ponto de atendimento, tornando mais prático o dia a dia das pessoas;
  • transparência: sendo esse um dos pré-requisitos dos processos públicos, a ideia é que a população tenha acesso a dados e, principalmente, saiba quais as famílias sorteadas em tempo real, evitando potenciais fraudes no sistema e trazendo assim credibilidade aos processos criados pelo poder público;
  • gerenciamento eficaz: a gestão pública é permeada por diversas tarefas e o software vem, justamente, para otimizar o trabalho e evitar falhas. Além de ajudar no gerenciamento de informações, dados das famílias inscritas são cruzados com os requisitos dos programas;
  • conformidade: uma das principais preocupações dos programas habitacionais é com a manutenção da conformidade. Para isso, o software da Digix embasa o processo, classificando as famílias de acordo com critérios e prioridades definidos na legislação;
  • flexibilidade: o Habix permite criar processos distintos de seleção que contemplem programas tanto estaduais quanto municipais de maneira personalizada.

Da inscrição à seleção: como funciona

O sistema faz a automação analítica e classifica as famílias conforme critérios e prioridades definidos por lei, seguindo sempre os princípios da integridade e transparência. Logo, a partir da inscrição, os dados entram em um sistema e são cruzados com critérios de pontuação, ajustados de acordo com as demandas de cada órgão governamental.

Quando as inscrições terminam, o sistema faz o sorteio de maneira automática dos nomes que são contemplados. A partir disso, o usuário acessa a sua inscrição e consegue verificar as cláusulas de contrato e opções de financiamentos, caso o sistema esteja configurado assim.

Dependendo da personalização, ele poderá inserir os documentos pessoais necessários para a confirmação da participação no programa. Isso permite ao gestor acompanhar se todas as etapas foram cumpridas.

Ao apostar em softwares como o Habix, a gestão pública passa a ser mais eficiente, facilitando a solução dos problemas habitacionais. Também, viabiliza a execução de ações que gerem resultados mais satisfatórios, tanto no âmbito interno quanto externo.

Quer conhecer melhor a solução? Entre em contato conosco e saiba mais sobre os benefícios do Habix!